Equipamentos eletrônicos e elétricos podem causar prejuízos à sua saúde

May 14, 2018

O efeito dos campos eletromagnéticos sobre o corpo humano é um tema polêmico entre a comunidade científica. A maioria reconhece a influência das ondas emitidas pelos aparelhos e equipamentos elétricos e eletrônicos, porém nem todos concordam quanto aos prejuízos à saúde que podem causar. O excesso dessas ondas é capaz de influenciar o comportamento celular e por esse motivo já foi associado a diversas doenças, como câncer, principalmente leucemia em crianças, depressão, dores de cabeça, entre Outros problemas. Pesquisadores da California concluíram que o contato com campos eletromagnéticos fortes também aumentam o risco de aborto em até três vezes.

As ondas eletromagnéticas são produzidas por veículos, redes de transmissão de energia e telecomunicações, aparelhos elétricos e eletrônicos domésticos, celulares, entre muitos outros equipamentos que surgem a cada dia com a evolução tecnológica. A equipe do estudo conduzido pelo epidemiologista De-Kun Li, especialista em reprodução, da Kaiser Foundation Research Institute , em Oakland, na Calífornia, pediu para 1063 mulheres da região de São Francisco, que estavam nas 10 primeiras semanas de gestação, passar um dia usando um aparelho na cintura que media o campo eletromagnético a cada 10 segundos. De forma geral, os pesquisadores descobriram que as mulheres expostas a picos de 1.6 microteslas ou mais apresentaram quase duas vezes mais chance de sofrer um aborto do que as outras sob campos menos fortes. Ainda mais significante foi o fato de que entre 622 mulheres que disseram que a medição aconteceu em um dia típico de suas rotinas, aquelas que experienciaram altos picos de ondas eletromagnéticas tiveram três vezes mais possibilidade de sofrer um aborto.

Outros estudos anteriores sobre a influência de campos eletromagnéticos fortes na gestação foram inconclusivos. O coordenador dessa pesquisa acredita que isso aconteceu porque foi analisada a média de exposição e não os níveis mais altos, uma novidade apresentada nesse estudo. A equipe de De-Kun Li sugere que o excesso de ondas eletromagnéticas pode contribuir para o aborto pela ruptura súbita da comunicação entre as células. Os valores de pico medidos ainda ficaram, na maior parte dos casos, abaixo do limite recomendado pela Organização Mundial de Saúde, que é de 1.6 microteslas. A pesquisa não inlcuiu analisar quais aparelhos produzem campos mais fortes, entretanto já é conhecido que equipamentos com motores poderosos são os piores culpados. Aspiradores de pó e furadeiras emitem

cerca de 20 microteslas - mais de 12 vezes maior do que o nível crítico analisado no estudo. A OMS (Organização Mundial) de Saúde deve apresentar até o final deste ano o resultado do trabalho de um comitê internacional que investiga os efeitos dos campos eletromagnéticos na saúde.

 

Fonte: Dr. Joseph Merco/a Health Newsletter

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Blog

Featured Posts

Como está a saúde integral do seu fígado?

October 25, 2017

1/1
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Rua Fernando Machado, nº 151 E

Sala  403 | Centro - Chapecó - SC Cep.: 89802-112

Tel: (49) 3329.3672

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por equipe de Alcir Marques