Entenda por que você tem dificuldade para emagrecer

August 12, 2019

 

Sim, se você tiver 3 destes 5 fatores alterados, você tem gordura no fígado: Grande quantidade de gordura abdominal- Homens cintura com mais de 94 cm. Mulheres cintura maior que 80cm. Colesterol HDL Baixo – Homens abaixo de 40mg/dl. Mulheres abaixo de 50mg/dl. Triglicérides elevado 150mg/dl ou acima. Pressão sanguínea alta – 135/85 mmHg ou superior ou se está utilizando algum medicamento para reduzir a pressão. Glicose elevada 110mg/dl ou superior.
Estes fatores aumentam o risco de doenças cardíacas, derrames cerebrais e diabetes e são critérios da OMS (Organização Mundial da Saúde). Para definir que uma pessoa está com a Síndrome Metabólica que ocorre devido à resistência à insulina. Além da gordura no fígado, ao longo do tempo, nossos intestinos vão acumulando resíduos resultantes da má alimentação. Existem proteínas que são muito difíceis de digerir, como a caseína (presentes em todos os tipos de leite e queijos) e as proteínas do Glúten (presentes em todos os tipos de pão e produtos fabricados com farinha de trigo).

Essas proteínas não digeridas tornam-se antígenos para o nosso corpo, atraindo as células de defesa e isso provoca uma inflamação crônica em nossos intestinos. O acúmulo de gordura no fígado provoca a diminuição do nosso metabolismo. Vamos ganhando peso progressivamente. Mesmo quando aumentamos a atividade física e diminuímos a quantidade de alimentos que comemos, não conseguimos chegar ao peso desejado. A presença de excesso de gordura no fígado dificulta o emagrecimento. Formação excessiva de gases intestinais, cólicas, mal-estar abdominal, arrotos, azia, queimação, refluxo, mal hálito, dores abdominais são causadas pela presença constante destes resíduos.

Nosso corpo é uma “Caixa-d’água”

Podemos comparar o nosso corpo com uma caixa d’água. Em nossas casa temos um reservatório de água de 1000 litros, por exemplo. Ela acumula ou “reserva” 1000 litros de água. Só entra mais água na caixa se usarmos parte do que está no reservatório. Em nosso corpo acabamos fazendo algo diferente. Acabamos colocando mais coisas “pra dentro” do que conseguimos eliminar.

Digamos que o “tubo” de entrada do nosso corpo, representado por esta caixa seja de 1 polegada. Zero de saída deveria ser de 1 polegada também, mas que acontece é o que ocorre uma redução da capacidade deste “tubo” para ¼ de polegada. E este tubo ainda acaba “entupindo”, ou seja, ocorre uma dificuldade de eliminação de resíduos e toxinas e isso diminui o nosso metabolismo trazendo dificuldade de emagrecimento.

Resultado

Acúmulo de resíduo nos intestinos, no fígado e na vesícula biliar. Ganho de peso e corpo inchado. Aumento da inflamação no corpo. Aumento do risco de infarto, derrame e diabetes.
É extremamente importante e necessária uma limpeza periódica e profunda em nossos intestinos, no Fígado e na Vesícula Biliar. É como limpar os filtros de um carro, que precisam ser limpos periodicamente. Com esta limpeza ajudamos o nosso organismo a cumprir com suas atividades orgânicas diminuindo as possibilidades de problemas de saúde no futuro, especialmente doenças crônicas e degenerativas como Diabetes, Artrite, Artrose, Osteoporose, Fibromialgia, Perda de Memória, Alzheimer, Demência, Infarto do Coração, Derrames Cerebrais.

Limpeza ajuda a emagrecer

Fazendo uma “Limpeza” Orgânica ajudamos o nosso organismo a eliminar os resíduos e toxinas que vamos acumulando ao longo do tempo. Em nossa cultura não temos o hábito de “limpar os intestinos”. Os orientais sim. Faz parte da cultura deles promover uma “Purificação Orgânica Natural”, limpar o Sistema Digestório periodicamente, mesmo sem nenhuma doença visível, simplesmente por prevenção. Esta Limpeza é indicada para aqueles que têm gordura no fígado, resíduos biliares, prisão de ventre (constipação intestinal) e quer muito emagrecer de forma saudável e rápida.
Podemos comparar nossos intestinos com a caixa de gordura de nossa residência. Muitas pessoas comentam: “Meu intestino é um relógio funciona todo dia”. Existe uma diferença muito grande entre “esvaziar o intestino” e “limpar o intestino”. E como a caixa de gordura. Passa água e sujeira todo dia, mas vai acumulando uma “crosta” de resíduos que periodicamente precisamos limpar com soda cáustica ou outros produtos.

Continue lendo a matéria no portal Voz Online

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Blog

Featured Posts

Como está a saúde integral do seu fígado?

October 25, 2017

1/1
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Rua Fernando Machado, nº 151 E

Sala  403 | Centro - Chapecó - SC Cep.: 89802-112

Tel: (49) 3329.3672

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por equipe de Alcir Marques